Ensino Fundamental
 Ensino Médio
 Ensino Superior
 Trabalhos de Alunos
 Matemática Financeira
 Estatística
 Biografias Matemáticas
 História da Matemática
 Laifis de Matemática
 Softwares On-line
 Softwares Matemáticos

 Shopping Matemático
 Videoaulas em DVD
 Softwares em CD
 Pacotes Promocionais
 Só Vestibular

 Só Exercícios
 Desafios Matemáticos
 Matkids
 Provas de Vestibular
 Provas Online

 Área dos Professores
 Comunidade
 Fóruns de Discussão
 Artigos Matemáticos
 Dicionário Matemático
 FAQ Matemática
 Dicas para Cálculos

 Jogos Matemáticos
 Mundo Matemático
 Histórias dos Usuários
 Curiosidades
 Absurdos Matemáticos
 Pérolas da Matemática
 Paradoxos
 Simulador da Mega-Sena
 Simulador da Lotofácil
 Piadas e Charges
 Charadas
 Poemas
 Palíndromos

 Indicação de Livros
 Símbolos Matemáticos
 Frases Matemáticas
 Matemática para o Enem
 Fale conosco

Busca geral

Pesquisa em todas as seções do site.


Gostou do site?

Recomende-o para um amigo.

Seu nome:

Nome do seu amigo:

E-mail do seu amigo:


Manoel Jairo Bezerra

Manoel Jairo Bezerra foi um conhecido professor de Matemática brasileiro. Nasceu em 1920 na cidade de Macau, no Rio Grande do Norte, onde passou sua infância. Lecionou matemática, sua paixão, entre 1939 e 1996. Escreveu 53 livros e ocupou importantes cargos em instituições públicas. Foi um dos pioneiros da Matemática à Distância.

 

 

Em 1930, aos 10 anos de idade, tudo indicava que ele seguiria os passos do pai e se tornaria comerciante. Porém, a falência do Banco Rural de Macau, onde guardava suas economias, o fez mudar de rumo. Cursou o ginásio no Colégio Santo Antônio, em Natal, chegando a pensar em se tornar padre. Foi colega de turma do ex-arcebispo do Rio de Janeiro Dom Eugênio de Araújo Sales.

 

Em 1936, aos 15 anos de idade, após decidir não ser padre, começou a estudar por correspondência para ser aviador militar. Pediu autorização ao seu pai para seguir na aviação. Mesmo não gostando da ideia, seu pai disse que lhe daria autorização.

 

Mudou-se então para o Rio de Janeiro e no início passou por dificuldades nesta cidade. O representante da Instituição que ficou esperá-lo no cais do porto não apareceu. No dia seguinte, soube que tinha sido ludibriado. Uma semana depois, foi operado de apendicite e de um abcesso no intestino, passando cerca de dois meses no hospital. Fez concurso para aviação, mas foi reprovado no exame de saúde (em virtude da operação que fez). Desempregado e sem querer pedir ajuda à família, acabou passando por dificuldades financeiras.

 

No ano de 1937, conheceu um advogado, que o ajudou a entrar no Curso Complementar para Engenharia da Escola Politécnica. O início de sua trajetória acadêmica foi no Colégio Metropolitano, localizado no Rio de Janeiro, onde trabalhava na secretaria da escola. No convívio com os professores, assistindo aulas e estudando nos livros da biblioteca, adquiriu a vontade de ensinar. Começou então a substituir professores, bem como a dar aulas particulares. Na década de 1950, viria a tornar-se diretor desta instituição.

 

Em 1941 ingressou na Faculdade Nacional de Filosofia e concluiu o bacharelado de Matemática no ano de 1943. Em 1948, criou um curso preparatório, Curso Pré-Normal Jairo Bezerra. Também trabalhou no Colégio Pedro II, Instituto de Educação do Estado da Guanabara, na Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica, no Curso de Técnica de Ensino do Exército, Colégio Naval, no Curso Universidade de Cultura Popular, na Rádio MEC e na Fundação Centro Brasileiro de Televisão Educativa.

 

A partir do sucesso obtido com os cursos preparatórios que oferecia no final da década de 1940, começou a organizar seus primeiros livros didáticos. Em 1953, publicou a obra Questões de Exames de Admissão, pela Companhia Editora Nacional, que também publica os três volumes do Curso de Matemática, conhecido como "Tijolão" no Rio de Janeiro e em São Paulo como "bezerrão". Foi autor de mais de 50 obras didáticas.

 

Jairo produziu obras destinadas a Cursos Preparatórios, às séries iniciais e finais do 1º e 2º graus. Seu livro mais conhecido é o Curso de Matemática para o primeiro, segundo e terceiro anos dos cursos Clássico e Científico, editado pela Companhia Editora Nacional, que teve mais de 60 edições e vendeu mais de 1 milhão de cópias.

 

Recebeu diversas homenagens ao longo de sua vida, no Brasil e no exterior. Foram comendas (condecoração concedida a pessoas que se destacam em suas áreas de atuação), diplomas e medalhas, como a de Chevalier des Arts et des Lettres, na França.

 

Manoel Jairo Bezerra faleceu no dia 11 de março de 2010, aos 90 anos.

 

<< Voltar para Biografias

 

Curta nossa página nas redes sociais!

 

Mais produtos

 

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário
Anuncie | Investidores | Sala de imprensa | Sugestões | Fale conosco

Copyright © 1998 - 2017 Só Matemática. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.