Ensino Fundamental
 Ensino Médio
 Ensino Superior
 Trabalhos de Alunos
 Matemática Financeira
 Estatística
 Biografias Matemáticas
 História da Matemática
 Laifis de Matemática
 Softwares On-line
 Softwares Matemáticos

 Shopping Matemático
 Videoaulas em DVD
 Softwares em CD
 Pacotes Promocionais
 Só Vestibular

 Só Exercícios
 Desafios Matemáticos
 Matkids
 Provas de Vestibular
 Provas Online

 Área dos Professores
 Comunidade
 Fóruns de Discussão
 Artigos Matemáticos
 Dicionário Matemático
 FAQ Matemática
 Dicas para Cálculos

 Jogos Matemáticos
 Mundo Matemático
 Histórias dos Usuários
 Curiosidades
 Simulador da Mega-Sena
 Absurdos Matemáticos
 Pérolas da Matemática
 Paradoxos
 Piadas e Charges
 Charadas
 Poemas
 Palíndromos

 Indicação de Livros
 Símbolos Matemáticos
 Frases Matemáticas
 Fale conosco

Busca geral

Pesquisa em todas as seções do site.


Gostou do site?

Recomende-o para um amigo.

Seu nome:

Nome do seu amigo:

E-mail do seu amigo:


Por que as frações são chamadas de próprias, impróprias e aparentes?

Já sabemos que:

  • Frações próprias são aquelas em que o numerador é menor que o denominador.
  • Frações impróprias são aquelas em que o numerador é maior que o denominador.
  • Frações aparentes são aquelas em que o numerador é multiplo do denominador.

 

Porém, qual o motivo delas receberem estes nomes? Se você consultar em alguns dicionários as palavras "próprio", "impróprio" e "aparente", encontrará definições semelhantes as que apresentamos a seguir:

 

Próprio: que se usa com um propósito certo; apropriado.

Impróprio: que não exprime exatamente a ideia.

Aparente: suposto, parecido, semelhante.

 

O termo "fração própria" foi usado pela primeira vez em língua inglesa no ano de 1674 por Samuel Jeake e consta na sua obra Arithmetic, publicada em 1701:

"Proper Fractions always have the Numerator less than the Denominator, for then the parts signified are less than a Unit or Integer".

 

Ou seja, ele diz que frações próprias sempre têm o numerador menor que o denominador, sendo as partes significadas menores que uma unidade ou inteiro. Portanto, uma fração própria corresponde à ideia intuitiva de fração, na qual se considera alguns pedaços de um inteiro dividido (o que ocorre quando o numerador é menor que o denominador).

 

Em contrapartida, as frações impróprias são chamadas assim porque extrapolam a ideia intuitiva das frações, já que resultam em mais partes do que as obtidas pela divisão da unidade. Por exemplo, 5/2 é igual a 2,5, que é mais que um inteiro.

 

Por fim, as frações aparentes são aquelas em que o numerador é múltiplo do denominador, ou seja, representam um número inteiro. Por isso são chamadas de aparentes, pois aparentam ser uma fração, mas na verdade resultam em um inteiro.

 

Texto produzido pelo Só Matemática.

 

<< Voltar para Dúvidas Frequentes

 

Curta nossa página nas redes sociais!

 

Mais produtos

 

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário
Anuncie | Investidores | Sala de imprensa | Sugestões | Fale conosco

Copyright © 1998 - 2017 Só Matemática. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.